Biodisponibilidade de preparações comerciais de magnésio nos EUA.

A deficiência de magnésio é observada com certa freqüência no cenário ambulatorial e requer terapia de reposição oral ou de manutenção. O objetivo deste estudo foi medir a biodisponibilidade de quatro preparações de magnesio dimalato comercialmente disponíveis e testar a alegação de que os sais orgânicos são mais facilmente absorvidos.

A biodisponibilidade foi medida como o incremento da excreção de magnésio urinário em voluntários normais, administrando aproximadamente 21 mEq / dia das preparações de teste. Os resultados indicaram uma biodisponibilidade relativamente baixa do óxido de magnésio (absorção fracionária de 4%), mas uma biodisponibilidade significativamente maior e equivalente do cloreto de magnésio, lactato de magnésio e aspartato de magnésio.

Concluímos que há biodisponibilidade relativamente pobre de óxido de magnésio, mas maior e equivalente biodisponibilidade de cloreto de magnésio, lactato, e aspartato. Os sais inorgânicos de magnésio, dependendo da preparação, podem ter biodisponibilidade equivalente aos sais orgânicos de magnésio.